Escola de Educação Infantil Companhia do Carinho
07 de Outubro de 2016 Dica Outubro 1
IMAGINAÇÃO E FICÇÃO

A realidade cotidiana da criança serve de suporte à sua imaginação: ela brinca de “faz de conta”. Assume papéis com ou sem suporte de brinquedos de verdade. Põe em cena sequências da vida diária: brinca de fazer bolo de servir suco de laranja, de dar banho na boneca, de pôr o urso para dormir, de dirigir um carro, de telefonar, etc. Depois imita cenas da vida social: brinca de “mãe  e filhinho”, de médico, de dona de loja. Um pouco mais tarde, suas brincadeiras são inspiradas nos livros de histórias ou no que se vê na televisão: a criança brinca de princesa, de lobo, de cow-boy, etc. Por volta de dois anos e meio ou três anos, a criança imita realmente as pessoas que a cercam, reproduzindo as atitudes e o tom de voz.