Confira aqui artigos sobre educação

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog com dicas para a educação do seu filho!

Dicas de como os pais podem colaborar na alfabetização dos filhos

Tempo de leitura: 2 minutos

A alfabetização é uma fase linda e repleta de descobertas na vida das crianças. Em pouco tempo, há uma mudança muito grande tanto na rotina, quando os alunos saem da educação infantil e ingressam no ensino fundamental, quanto na construção de novos conhecimentos, acrescidos aos já consolidados ao longo da trajetória dos mesmos, onde um novo conhecimento irá se desenvolver frente a conhecimentos já existentes.

Por ser um período complexo, os pais se fazem de extrema importância na participação ativa da vida escolar de seus filhos, tornando a leitura um hábito, dedicando alguns minutos do dia para ler/ouvir uma história, sempre explorando a imaginação e a interpretação do que se está lendo. A leitura vai além dos livros, podendo ler as placas nas ruas, os rótulos dos produtos, tornando o hábito de ler algo natural e prazeroso.

Partir do próprio nome da criança, também é uma forma de explorar as letras, os sons, as rimas. Quanto mais os alunos treinarem a escrita e a leitura, melhor será o seu processo de alfabetização. O ato de ler e escrever devem estar sempre presentes no dia-a-dia das crianças, seja por meio da escrita de listas de compras ou de palavras simples do cotidiano.

Contudo, o principal é o respeito ao tempo de cada criança. Por ser um período complexo e cheio de mudanças, precisamos estimular sim, mas ter o cuidado e tocar com carinho no que diz respeito a alfabetização. É normal esquecer ou trocar letras, inverter as sílabas, entre outras trocas normais nesta fase inicial. Não podemos impedir que a criança faça suas tentativas e erros, interrompendo-a a todo instante. É preciso permitir este contato tendo todo cuidado quando se fala em alfabetização. Fazendo uma analogia com a pipoca, quando colocamos todo o milho na mesma panela, com o mesmo óleo e o mesmo calor, cada grão estoura a seu tempo. Por isso, não podemos comparar as crianças, pois cada uma tem seu tempo para “pipocar”.

A alfabetização, como um processo natural e presente em nossas vidas desde sempre, deve ser tratada com seriedade e levar em conta, toda a bagagem que a criança traz consigo, pois, a partir desta, saberemos por qual caminho seguir. Se a criança ver sua família folheando revistas, fazendo leituras e apresentando o mundo letrado para a mesma, esta terá facilidade em aprender, ter gosto pelas novidades e sobre o mundo das letras. É necessário ter um espaço provocador para que a criança encontre desafios e muita diversão em sua aprendizagem. É preciso valorizar desde os simples rabiscos, até suas primeiras letras e tentativas de escritas, pois assim, a criança se sentirá confiante e será despertada a competência leitora e escritora.

 

Texto escrito por: Marieli Cristina Zucco Bachi

Deixe seu comentário!

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.