Notícia postada em: 19/03/2020
Rede Caminho do Saber realizará videoaulas e atividades à distância durante período de suspensão das aulas presenciais



A Rede de Ensino Caminho do Saber adota uma postura inovadora na comunidade escolar frente às restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. Durante o período de suspensão das aulas presenciais, previsto para ser do dia 19 de março a 03 de abril, a escola realizará videoaulas e atividades à distância para as turmas do 1º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio e disponibilizará atividades recreativas para os estudantes da Educação Infantil fazerem casa.
 
Isso é possível graças ao SAS (plataforma de educação parceira da Caminho), que oferece ferramentas digitais para complementar o estudo do aluno e ao “Caminho Virtual”, plataforma digital que a escola utiliza; e a um aplicativo da agenda eletrônica própria de comunicação entre escola e pais/responsáveis. Normalmente, durante o ano letivo, os estudantes já trabalham com atividades extras, como tarefas online e textos complementares, nessas plataformas, que podem ser acessadas digitalmente pelo celular ou computador.
 
Agora, através dessa interatividade com a qual os alunos já estão habituados, será possível disponibilizar videoaulas para seguir com o conteúdo que seria dado em sala de aula. Estão previstas no mínimo três atividades: videoaulas dos professores; exercícios para aplicar o conteúdo; e espaço de tira-dúvidas online para os alunos de 5º ano a 3ª série, em que alunos e professores poderão interagir como em uma sala de bate-papo. Já os estudantes de 1º a 4º ano poderão enviar as dúvidas via agenda eletrônica. Também estão programadas avaliações, com datas e horários pré-determinados.
 
Os professores estão passando por um treinamento em grupos nesta quinta e sexta-feira (19 e 20/03) na escola e começarão a gravar individualmente os materiais na próxima semana, em salas da Caminho do Saber que possuem os equipamentos adequados para isso. Foi organizada uma escala dos colaboradores para evitar aglomeração. Serão utilizadas 9 diferentes salas de aula para as gravações ou também será possível optar por home office para quem quiser fazer de casa. Os docentes também poderão disponibilizar apresentações, filmes e outros vídeos que complementem os componentes curriculares.
 
Essa ação possibilitará que o conteúdo não fique atrasado e que não seja necessário recuperar as aulas presenciais perdidas durante a suspensão por causa do novo coronavírus. “Essa é uma situação atípica, nunca vivenciada antes no país, e tomamos essa atitude para otimizar esse tempo em que precisamos nos isolar por motivo de força maior. Seremos pioneiros com essa iniciativa neste segmento de ensinos fundamental e médio. Tanto alunos quanto professores poderão se manter ocupados e ativos durante essa fase difícil que estamos passando”, explica Maristela Chiappin, diretora-presidente da escola.
 
Para os alunos da Educação Infantil, os professores disponibilizarão rotinas pedagógicas nas plataformas online para serem feitas com os pequenos durante esse período.

 


Confira as fotos

Deixe seu comentário